É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Rope intensifica fiscalização sobre uso de bombinhas

Publicada em 19 de junho de 2017

Recentemente, a Guarda atendeu a ocorrência desse tipo em escola municipalRecentemente, a Guarda atendeu a ocorrência desse tipo em escola municipal

Nas escolas de Cachoeiro, até mesmo pela época de festas juninas, tem aumentado a incidência de uso das bombinhas. Para alertar sobre os riscos da prática e evitar casos de acidentes, o projeto Ronda de Prevenção Escolar (Rope), da prefeitura, aumentou o trabalho de fiscalização e orientação.

Os agentes da Guarda Civil Municipal visitam as unidades de ensino, particulares ou públicas, para combinar junto aos gestores algumas medidas de prevenção.

Na semana passada, foi atendida pelo Rope uma ocorrência em um distrito, onde alunos detonaram um desses explosivos em frente a uma escola municipal. O estudante responsável pela ação foi advertido pela escola, que acionou a família na presença da guarnição da GCM, e foram tomadas medidas conforme o regimento escolar.

Desta vez, não houve dano contra o patrimônio, e nenhuma pessoa ficou ferida. Por conta do barulho, outros pais estiveram na escola para tomar conhecimento, mas foram tranquilizados pela Guarda Municipal que já estava no local.

A Secretaria Municipal de Defesa Social (Semdef) orienta os responsáveis a não estimular a compra desse tipo de material, que podem causar lesões.

De acordo com o coordenador da Rope, Rosinaldo Correa, os jovens envolvidos nesse tipo de ocorrência podem ser responsabilizados judicialmente, e os pais também respondem ao processo. “Os responsáveis precisam ser parceiros das forças de segurança e da escola nessas situações. Não devem, por exemplo, dar dinheiro para esse fim e devem sempre orientar sobre os riscos e responsabilidades”, afirma Correa.

Penalidade e conscientização

Para este tipo de delito a pena prevista é o pagamento de multa, que pode variar de três e 20 salários mínimos. Em caso de reincidência o valor é dobrado. Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, é proibida venda de qualquer tipo de fogos de artifício para menores de 18 anos.

Ainda segundo Correa, a conscientização dos alunos sobre os riscos do explosivo e punição são os suportes para evitar acidentes nas escolas e locais públicos. “Também por isso, estamos presentes cada vez mais nas escolas do município, promovendo as palestras de prevenção”.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237