É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Quatro dias de festa para Newton Braga em Cachoeiro

Publicada em 02 de agosto de 2017

O poeta será lembrado com atrações no centro da cidade e na casa onde morouO poeta será lembrado com atrações no centro da cidade e na casa onde morou

Em comemoração ao aniversário do poeta Newton Braga, em 11 de agosto, a prefeitura de Cachoeiro vai promover quatro dias de programação cultural, na Casa dos Braga e no centro. São atividades do LiteraNewton, que começa no dia 10 (quinta) e segue até dia 13 (domingo), com organização da Secretaria Municipal de Cultura.

Na Casa dos Braga, até o sábado, tem contação de história, visita guiada e leitura dramática de textos escritos pelo homenageado e por seu irmão, Rubem. O convite é para todos, mas o público principal são estudantes, escritores e professores. No centro, serão quatro dias da exposição itinerante “Energia da língua portuguesa”.

“Estamos preparando formas de homenagear Newton de um modo bastante ligado ao seu fazer artístico. As atividades vão ajudar a difundir e valorizar o nosso poeta maior e, também, o Museu Casa dos Braga”, avalia Neuza Maria dos Santos, coordenadora do espaço.

Na casa, o horário de início vai variar em cada dia. Na quinta, a programação começa às 14h, e, na sexta e no sábado, começa pela manhã, 8h30 e às 9h, respectivamente. Na data exata do aniversário, às 14h, tem apresentação instrumental da banda do Centro Integrado de Atividades Educacionais Newton Braga. 

Jornalista, advogado e escritor, Newton nasceu na fazenda do Frade, administrada pelo pai, Francisco Braga, primeiro prefeito de Cachoeiro. Estudou no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte, cidade onde atuou em jornais e publicou poemas com influência do modernismo. Voltou para a cidade natal em 1932, onde foi jogador do Estrela do Norte e redator-chefe do Correio do Sul, que usou para impulsionar movimentos cívicos, como a criação do Dia de Cachoeiro.

Exposição nacional no centro da cidade

Fará parte do LiteraNewton, ainda, a exposição interativa sobre rodas “Energia da língua portuguesa”, que chega à cidade por intermédio da empresa EDP. Os visitantes terão acesso à estrutura na praça Jerônimo Monteiro, no centro, de 10 a 13 de agosto (quinta a domingo).

A mostra foi lançada no fim do mês passado, durante a Feira Literária Internacional de Paraty (Flip), e conta com diversas atividades relacionadas ao idioma, com uso da estrutura móvel montada a partir de um caminhão.

São atividades interativas que incluem dados sobre a cultura das dez nações que falam a língua portuguesa, por meio de um visor 360º, gravuras e lista de curiosidades. Há também uma linha do tempo sobre a relação entre Brasil e Portugal, com base em poemas famosos; um “gerador de sotaques”; fotos sobre a construção da mostra; uma máquina que escolhe palavras para soletrar e gravação de vídeo com os visitantes recitando poemas.

Há também atividades na área externa, como a produção de cartazes com citações literárias, ambiente para leitura e cover face com capas de livro. À noite, tem cinema ao ar livre.

Público pode conferir duas mostras

Quem for à Casa dos Braga terá oportunidade ainda de conferir as duas exposições sobre a família Braga de Abreu: “Minha cidade, minha casa”, com objetos da família; e “Rubem e seus amigos artistas”, que aborda a relação entre o cronista e seus contemporâneos nas áreas de música, pintura, escultura, dramaturgia e poesia.

Os itens da família são do acervo de Anna Graça, irmã de Newton e Rubem. Uma filha e uma nora dela, Beatriz Braga de Abreu e Lima e Carol Abreu, organizaram as exposições. O imóvel foi adquirido em 1985 pela prefeitura e protegido por tombamento municipal. Foi inaugurado como centro cultural em 1987 e abrigou, até 2014, a biblioteca municipal.

Informações sobre artistas e obras

Nas visitas guiadas pelo imóvel durante o aniversário de Newton, os participantes vão receber informações úteis para aproveitar ainda mais os momentos no local, sobre as artes e seus autores e os objetos das exposições, com destaque também à biografia de quem morou ali e momentos da história da cidade.

“Após a entrega da reforma, a Casa dos Braga ganhou ainda mais destaque como museu. E, nesses próximos meses, as duas exposições darão acesso também à contemplação de outros artistas, como Cândido Portinari”, lembra Neuza.

De segunda a sexta, o local fica aberto ao público das 9h às 18h. Aos sábados e feriados, das 9h às 15h. No quintal, a “Praça da Poesia” pode ser usada para atividades culturais, com agendamento por e-mail (neuzamaria.semac@gmail.com) ou pelos telefones 3155-5221 e 3155-5272.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237