É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Professora de escola municipal é destaque em prêmio nacional

Publicada em 20 de setembro de 2018

Trabalho inscrito é focado no incentivo à produção de texto Trabalho inscrito é focado no incentivo à produção de texto

O relato de experiência da professora Geisa Nara Dias da Silva, do 2º ano fundamental da escola municipal Anísio Vieira Ramos, foi avaliado e selecionado em primeiro lugar na fase estadual do Ciclo de Alfabetização: 1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental, do 11º Prêmio Professores do Brasil, realizado pelo Ministério da Educação.

A professora se inscreveu enviando um relato de prática pedagógica desenvolvida com os alunos a partir da temática: “O que tem a nos dizer as produções de textos dos alunos?”. Concorrendo com professores de todo o estado do Espírito Santo, seu trabalho ficou com o melhor conceito.

Agora, está selecionada para participar da etapa nacional, em que vai concorrer com docentes de todo o Brasil. Esse já é o segundo ano que ela fica bem colocada. Ano passado, ficou em segundo, no mesmo concurso, com o trabalho “Desenho que virou letra”.

Foco na produção de texto

A professora Geisa Nara Dias da Silva conta que o trabalho inscrito é focado em produção de texto. Ela, que é efetiva na rede desde 1998, acompanha a turma na qual o projeto foi desenvolvido desde o ano passado e tem observado as conquistas alcançadas. 

“No início do ano, notei que os alunos se interessavam em escrever bilhetes para os colegas e para mim, então vi o interesse dessa comunicação na língua escrita. Entre as atividades propostas, li, para eles, um livro, o ‘Cachinhos Dourados’, de Ana Maria Machado, e sugeri que eles fizessem textos sobre as imagens. Deparei com um resultado muito pobre, sem elementos de coesão, coerência, sem fatos”, lembra.

A partir de então, ela resolveu comparar com os bilhetes, que tinham escrita mais rica, mensurar em gráficos a habilidade de cada um, desenvolvendo sequências didáticas que pudessem sanar as dificuldades apresentadas pelos alunos. As propostas também mudaram e focaram em questões mais voltadas às necessidades e peculiaridades dos alunos. O resultado mudou.

“Daí surgiu o nome: ‘O que tem a nos dizer as produções de texto dos alunos?” Ao tirar o ponto de partida para as produções das imagens e começar a elaborar propostas que vinham a atender as reais necessidades de produção, eles tinham muito mais a me falar: tinham argumentos, motivação, interlocutor. O trabalho ficou muito mais rico e incluímos também visitas à biblioteca e exercícios de leitura em família”, complementa.

Qualidade na educação pública

A conquista foi comemorada pela equipe da Secretaria Municipal de Educação de Cachoeiro, que tem incentivado a prática pedagógica diferenciada, focada no aprendizado e protagonismo do estudante, bem como na qualidade do ensino da rede pública.

“Essa conquista nos aponta o caminho para a busca da qualidade na educação, conforme preconiza o Plano Municipal de Educação, metas 02 e 05, pois fortalece os mecanismos de apoio a práticas desenvolvidas pelos docentes da rede municipal de ensino e fomenta as práticas pedagógicas inovadoras que asseguram a alfabetização”, acrescenta a secretária de Educação, Cristina Lens.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237