É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Meio Ambiente: avanços em arborização, coleta seletiva e educação ambiental

Publicada em 29 de dezembro de 2017

Cidade ganhou novos Pontos de Entrega Voluntária de materiais recicláveisCidade ganhou novos Pontos de Entrega Voluntária de materiais recicláveis

O ano de 2017 foi de avanços nas ações públicas da área ambiental em Cachoeiro. É o que aponta o balanço das ações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

Dentre as principais ações, está o início dos trabalhos de elaboração do Plano Municipal de Educação Ambiental, com o objetivo de pautar iniciativas na área nas próximas décadas.

“Com a exceção de Vitória, que já possui um documento do tipo, Cachoeiro é a primeira cidade capixaba que, depois da entrega do programa estadual, prontificou-se a construir um plano próprio para tratar desse tema. E esse trabalho precisa ser coletivo, para que, quando concluído, a população tenha seus anseios contemplados no documento”, destaca o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Louzada.

O plano ajudará a reforçar várias atividades já desenvolvidas pela secretaria. Entre elas, está o projeto Vem Reciclar, que trata da coleta e controle de resíduos sólidos recicláveis no município. Por conta do projeto, foram instalados em Cachoeiro este ano vários novos Pontos de Entrega Voluntária (PEV), equipamentos onde a comunidade deixa, em sacolas, o lixo seco para reciclagem.

Com isso, o volume de lixo reciclável aumentou de 9 para cerca de 25 toneladas por mês, o que, além do ganho ambiental, contribui para a melhoria da renda dos membros da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis (Ascomirim). Os associados recebem treinamento da Semma, o que inclui conscientização sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs).

Big Bag’s - como são chamadas as grandes sacolas onde se deposita materiais recicláveis - também foram distribuídas em toda rede de ensino municipal do perímetro urbano. Para o próximo ano, a meta é chegar também à rede estadual e unidades de ensino superior.

Outro importante atividade em andamento é o Plano Municipal de Saneamento Ambiental, que inclui água, esgoto e resíduos sólidos urbanos. "A construção desse plano coloca Cachoeiro no patamar das cidades brasileiras que pensam na gestão total de seus resíduos, planejando suas ações para os próximos dez anos", afirma o secretário Mário Louzada.

Arborização e educação ambiental

Para expandir a área verde do município, foi lançado um projeto de arborização urbana. Foram plantadas ao longo do ano aproximadamente 500 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica em diversos pontos, incluindo calçadas, escolas e praças públicas.

As ações de plantio, em grande parte dos casos, integraram a programação de eventos alusivos a datas comemorativas, como Semana da Água, Semana do Meio Ambiente e Semana da Árvore durante os quais foram desenvolvidas também ações de educação ambiental

Educação ambiental que também esteve presente em eventos e projetos diversos nos quais a secretaria marcou presença, como Exposul Rural e Pé de Livros (parceria com Semcult). Assim, a Semma levou a temática ambiental para milhares de cachoeirenses, conscientizando-os da necessidade de pensar na preservação.

Na área de revitalização, foi desenvolvido, em parceria com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), um projeto de recuperação do paisagismo de praças e outros espaços públicos de Cachoeiro. Várias áreas já foram totalmente repaginadas e entregues para a população.

Fiscalização e licenciamento

A Semma também deu andamento a suas atividades de fiscalização ambiental. No total, foram 1.148 ações realizadas no ano, incluindo notificações, intimações, denúncias atendidas, vistorias, interdições, entre outras.

O número de licenciamentos ambientais emitidos também subiu em relação a 2016 de cerca de 350 para aproximadamente 400. Paralelamente, também houve um salto no número de certidões ambientais, que servem de comprovação de regularidade dos estabelecimentos (60%), e de cumprimento de condicionantes, o que diz respeito a condições, restrições e medidas de controle ambiental a serem obedecidas pelo empreendedor (114% aproximadamente).

"Estamos priorizando a fiscalização prévia e educativa.Temos dialogado muito com os empresários e sociedade civil para que, juntos, possamos avançar na gestão ambiental em nosso município", finaliza Mário Louzada.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237