É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Festival de Artes Cênicas terá espetáculos de dança

Publicada em 22 de julho de 2019

O espetáculo Vírgula será no dia 29, no Teatro Rubem Braga (Foto: Fernando Zardo)O espetáculo Vírgula será no dia 29, no Teatro Rubem Braga (Foto: Fernando Zardo)

O público que for ao VIII Festival de Artes Cênicas de Cachoeiro de Itapemirim (Facci) poderá prestigiar, também, espetáculos de dança. Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), o evento começa nesta sexta-feira (26) e vai até 4 de agosto. Confira a programação completa.

No sábado (27), às 10h, a praça Jerônimo Monteiro será palco do número de dança de rua “Pássaros em chamas”, do Coletivo de Arte Trupe das Pulgas, de Paraná. Dirigida por Kamila Martins, a performance mistura poesia, música, dança e pirofagia (cospe-fogo).

No domingo (28), às 10h20, a Praça de Fátima vai receber o espetáculo “Encantado”, com alunos da Associação Teatral de Cachoeiro (Asteca) matriculados nas aulas de balé clássico e de dança moderna ofertadas por meio do projeto de ocupação dos espaços públicos, viabilizado pela Semcult. A coreografia é da professora Isabella Ferreira Dias.

Outro local que terá esse tipo de atrativo é o Teatro Municipal Rubem Braga. No dia 29, às 19h30, haverá o número “Vírgula”, da Portal Produtora Cultural, de Vitória. Trata-se do resultado da experiência pessoal da bailarina Sandra Motta, que recebeu um diagnóstico de câncer de mama, em abril de 2017, e que, após ser curada, decidiu montar um espetáculo solo para debater o tema de forma artística, com leveza e bom humor.

No dia 31, às 19h30, o Teatro Rubem Braga receberá o número de dança inclusiva “Gente que dança”, do Núcleo Cachoeirense de Dança.

No dia 1º de agosto, a Karma Cia de Teatro, de Santa Catarina, estará na escola municipal Wilson Rezende, no distrito de Burarama, para apresentar às 10h o espetáculo de dança infantil “Dois ao cubo”. Na exibição, os intérpretes Lídia Abreu e Mauro Filho trabalham com movimentos corporais pouco usuais, que provocam estranhamento e curiosidade, e que dialogam com aspectos da infância.

O dia 2 também vai ter atração para a criançada. O grupo Sintonia Dominó, do Rio de Janeiro, fará às 10h o número de dança infantil “A mala que sai”, que mostra o dia a dia do “Trio Popular”, uma trupe composta por três atores muito criativos e brincalhões que fazem teatro pelo mundo afora e estão sempre a vagar levando arte em todos os cantos. A direção é de Raphaela Tafuri e Walney Gomes.

Já à noite, às 19h30, o Teatro Rubem Braga vai exibir o espetáculo “O Rei da Feira”, do Grupo Teatral As Lucianas (também do RJ), que brinca com a projeção do homem sobre seus desejos e ambições. A classificação é de 12 anos.

No dia 3 de agosto, o Espaço Viva – que fica na rua Dr. José Paes Barreto (em frente ao antigo Clube Ita), no Centro – vai receber às 18h o número “Viva Ser Tão”, com bailarinos do Coletivo Viva, da Asteca. É um trabalho inspirado na arte da dança popular, com música ao vivo.

“A sensibilidade da dança fará parte do VIII Facci. Teremos vários formatos de intensidade para contar histórias através dos movimentos do corpo, aliados a belas músicas. Esta é uma das grandes forças do Festival: comover pessoas. Por isto, não podemos perder a oportunidade de participar de mais este evento de cultura que Cachoeiro recebe”, destaca o subsecretário municipal de Cultura e Turismo, Lucimar Costa.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237